quinta-feira, 20 de maio de 2010





- l'amore? già, certo, l'amore... fuoco e fiamme per un anno, e cenere per trenta.



(il gattopardo - luchino visconti, 1963)

6 comentários:

Anónimo disse...

certa noite, estando a ler uma versão resumida (oferecida por estranhos) do Bambi à minha plus petite, à data com 3 anos e picos, ela insurge-se, põe-se de pé na cama e brada, irada:

«- é tudo falso!»

garanto-te que não foi só o efeito dos caracolinhos refulgindo sob a luz da lâmpada, o que me convenceu :)

maria

Anónimo disse...

maria, chorei que nem uma madalena arrependida quando vi o bambi no cinema tivoli, em coimbra (agora zara). walt disney hard core.
(filipa)

menina de porcelana disse...

(e, zás, mudou outra vez: agora Lefties, Filipa [se é no sítio que estou a pensar]. mas todas as cidades têm um cine-teatro Tivoli?!)

comment específico ao teu post(1): quê? 30 anos? só? mas dura tão pouco?!!!

comment específico ao teu post(2): quê? 30 anos? mas dura tanto?!!!

(calculo que, depois desses 31 anos, a fénix renasça das cinzas. não?)

Caçador disse...

As mascaras ajudam, claro. Não é só uma questão de qualidade do ar. É uma questão ambiental bem mais geral. Um rosto que se afivela para os dias certos, para aqueles momentos em que, para a circunstância circunspecta... e o amor? Por vezes até permanece, sobrevive, ouvi dizer que sim, que há casos.

Ra disse...

;D

Anónimo disse...

ashes to ashes, dust to dust
(filipa)