terça-feira, 6 de dezembro de 2011




ela era como a marilyn e só queria ser maravilhosa.

(...)

- vai dar uma volta, dizia-lhe. e ela ia, ver se chovia. enquanto ela ia e vinha - podia até dar-se o caso de não voltar - ela era maravilhosa e era isso que contava.



(sarah adamopoulos - a vida alcatifada, 1997)

8 comentários:

euexisto disse...

muito bêbado também sou fantástico

henedina disse...

Um homem que pensa que só muito bebado é que é fantastico, merece Filipa que olhes mesmo para ele. Habitualmente acham-se fantásticos sóbrios.
Espero que os anos e a viagem tenham sido "fantásticos".

José Luís Espada Feio disse...

Filipa
Não pude deixar de não perceber nas linhas e entrelinhas dos últimos posts (difícil, hein?) que por estes dias se celebrou o teu aniversário.
E assim sendo, aqui vão as minhas saudações pela efemeridade, com votos de tudo de bom para ti!
(e se não for pedir muito - olhando à volta acho que é, mas mesmo assim cá vai - com votos de um mundo melhor, mais justo e menos indiferente)

alexandra g. disse...

Espera aí, o banco de Santo Amaro não é prerrogativa do Pacheco Phaidon Press Pereira?

ai.

m.a. disse...

Que falha!
Ah, vejo agora um beijo que corre, corre, em dire(c)ção à tua face esquerda...

Anónimo disse...

: )
(um sorriso alcatifado!)
(filipa)

ana barata disse...

parabéns! .)

Anónimo disse...

obrigada : ) !
(filipa)