quinta-feira, 4 de novembro de 2010





- would you do me a favor and not look at me right now?



(the station agent - thomas mccarthy, 2003)

6 comentários:

henedinaantunes disse...

Of Course, e escrever?
(mas és linda)

Zé o Caçador disse...

po..., perdão, fogo! que fotografia esta, tantas histórias e vidas e coisas assim numa narrativa de muitas páginas
se pudesse canibalizava-a

menina de porcelana disse...

tenho um síndrome parecido com este(s)... O de observadora incansável. E o das faces-ruborizadas - não olhes antes, não causes, não olhes durante. quanto ao depois, já não sei.

(bom assunto a puxar!)

henedina disse...

Eu coro ainda e sempre me sinto estúpida quando coro.
Dantes era pior podiam só a olhar torturarem-me, mesmo que eu quisesse fazer de conta que não estava a notar o corar denunciava-me. Por isso agora qdo noto que me estão a olhar tento olhar de forma impassível porque habitualmente, ou não, retiram o olhar e assim eu protego-me de corar.

ana barata disse...

Hum....'tá bem!

Anónimo disse...

não se sabe se ele é o emissor ou o receptor da mensagem. esse conhecimento mudaria o significado do que é dito.
pois é, pois é.
(filipa)