quarta-feira, 28 de janeiro de 2009










- no-one's normal, mom. no such thing as normal people.





(my life without me - isabel coixet, 2003)


11 comentários:

ivan disse...

i'm normal. completely normal.

except when i'm not, wich is almost everyday.

Anónimo disse...

:DDDD
then, you're a weirdo almost everyday, which is nice! :D
(filipa)

hb disse...

ninguém é normal mas, normalmente, ficam todos chateados quando tratados por anormal.. =D

couve-flor. disse...

adoro o my life without me.

Anónimo disse...

hb, talvez porque a ideia geral que temos de um perfeito anormal seja qualquer coisa muito parecida com o emplastro ou o toy :)

couve-flor, vi o filme uma noite destas e foi uma enorme surpresa. gostei imenso também. com a história que tem era tão simples cair num filme medíocre e dramalhão e a realizadora conseguiu dar, muito bem, a volta ao texto.:)

(filipa)

hb disse...

um perfeito é exactamente um anormal :)

Anónimo disse...

sim, é verdade!
sobretudo o perfeito que trabalha na perfeitura :)
(filipa)

marta disse...

adoro esse filme!!

Anónimo disse...

marta, mais uma para o clube de fãs! :)
(filipa)

menina de porcelana disse...

pois não. tudo é relativo.

(chorei a alguidares a ver o filme. sou lamechas de facto, a v. tem razão...)

Filipa Júlio disse...

lamechas mas não drama queen, o que faz toda a diferença :)